30.10.15

Resenha: O Pequeno Príncipe


O Pequeno Príncipe - Antoine Saint-Exupéry
96 páginas


"Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos."


Com certeza a maioria de vocês já conhecem a história do principezinho que encontra um piloto tentando consertar seu avião que teve que fazer um pouso forçado no deserto. Eu mesma perdi a conta de quantas vezes reli essa história e sinceramente não sei porque ainda não tinha uma resenha dela aqui! Pois, agora, começo a reparar esse erro...

Como falei, a narrativa começa quando um piloto precisa fazer um pouso forçado no deserto e acaba encontrando um garotinho vindo de um asteroide onde cuidava de três vulcões e uma rosa. Devido a sua aparência, o piloto passa a chamar o garoto de Pequeno Príncipe, e é a partir daí que começa uma bela amizade entre os dois.
O principezinho enche o piloto de perguntas e também conta sua trajetória até chegar ali. Durante essa conversa passamos a analisar o mundo através dos olhos de uma criança que entende tudo de uma forma bem mais simples e bela do que as pessoas grandes.

Cada experiência do garoto nos traz um ensinamento. E o autor foi tão feliz em seu texto que essas lições vêm de forma natural, sem precisar de muitas explicações, mesmo que tudo seja contado através de alegorias: uma raposa, uma rosa, um rei, entre outros personagens, todos usados para nos passar alguma mensagem.
Ao todo, foram 7 planetas visitados pelo Pequeno Príncipe, sendo o último deles a Terra. 

Parece incrível o fato de um livro tão singelo conseguir alcançar o status de uma das maiores obras da literatura de todos os tempos, mas basta mergulharmos nessa história uma única vez para entendermos, e darmos razão, à multidão que cultua a aventura do príncipe.
Como é pequeno e fácil de ler, não há desculpa para você não conhecer essa obra. Num primeiro momento, talvez, pareça uma história boba e infantil, mas se você der uma chance, Saint-Exupéry vai te mostrar o real valor de algumas coisas. Valor, aliás, que nenhum adulto conseguiria enxergar sozinho, sem a ajuda de uma criança.
Até hoje vemos as frases contidas nessa obra espalhadas por aí, e se elas já são incríveis sozinhas, imaginem dentro do contexto da história! Aí tudo faz ainda mais sentido.

Enfim, não é atoa que o Pequeno Príncipe é, além de um dos livros mais queridos, um dos personagens mais amados do mundo. A bondade e inocência dele nos inspira a sermos pessoas melhores. E não é disso que o mundo precisa?
Então leia esse livro e se apaixone pelo principezinho também!

6 comentários:

  1. Meu amor por pequeno príncipe é tão grande, já li inúmeras vezes também. Ótima resenha
    http://os-jovens-leitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii Michelly

    Acredita que nunca li O Pequeno Príncipe? Li várias fábulas e contos de fada na infância, mas nunca tive a oportunidade de ler O Pequeno Principe, porém, me lembro de um desenho bem simpático quer passava na TV (acredito que na TV Cultura).
    Esse livro é um clássico com uma profunda mensagem, espero ler algum dia... quem sabe em breve
    Que bom que vc gostou, o blog está lindo, amo seus posts, são diferentes e super interessantes

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Alice, ganhei meu dia com seu comentário! :) Leia esse livro o mais rápido que vc puder, é bem pequeno e vc vai se apaixonar!

      Excluir
  3. Oi Milly,
    Então... adivinha quem não gosta do livro....
    Na verdade, do livro em si eu gosto... não gosto do príncipe...
    Ele aprisiona os amigos com a desculpa de protegê-los, ele vai contra as vontades da natureza, ele se deixa levar pelos comentários astutos de uma raposa que exige que ele a cative e depois impõe regras de comportamento absurdas...

    Enfim... posso ser totalmente do contra, eu sei, e reconheço que muitas lições maravilhosas podem ser tiradas do livro... mas ele também mostra que todos, mesmo uma criança com rosto angelical, é sucetivel à corrupção e muitas vezes já nasce com algo meio podre dentro de si.

    Nossa amizade continua?

    Leitor Antissocial (tá rolando sorteio.. só dar uma fuçada lá)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa amizade continua, mas só porque eu admiro essa sua característica de analisar de forma crítica e inteligente qualquer coisa! kkkkk...Só acho que o autor não quis ir tão longe com sua história,a mim parece que a intenção era mostrar a profundidade das relações pras crianças. :) Mas eu admiro suas análises!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...